30 de abril de 2009

IRENE NO CÉU

Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor.

Imagino Irene entrando no céu:
- Licença, meu branco!
E São Pedro bonachão:
- Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.

Um comentário:

Rute disse...

Poesia magnifica, a de Manuel Bandeira.
Mas, há dois, melhor três pemas que lembro desde a infância:
"Irene no Céu", Mozart no Céu" e "vou-me embora para Passargada".
inda ontém citei o Irene no Céu a um colega. Hoje vou mandar-lho.
Rute Martinho (Lisboa, Portugal)