6 de outubro de 2007

A CANÇÃO DE MARIA

Que é de ti, melancolia?
Onde estais, cuidados meus?
Sabei que a minha alegria
É toda vinda de Deus...
Deitei-me triste e sombria,
E amanheci como estou...
Tão contente! Todavia
Minha vida não mudou.
Acaso enquanto dormia
Esquecida de meus ais,
Um sonho bom me envolvia?
Se foi, não me lembro mais...
Mas se foi sonho, devia
Ser bom demais para mim
Senão não me sentiria
Tão maravilhada assim.

Ó minha linda alegria,
Trégua dos cuidados meus,
Por que não vens todo dia,
Se é toda vinda de Deus?

Clavedel, 1913

4 comentários:

Anônimo disse...

Uma das Canções Poéticas mais Belas que já lí.

Deixo aki, minha homenagem
À Manuel Bandeira...
Poeta dos Poetas.

Unknown disse...

Gostaria muito de entender melhor a canção de Maria , alguém poderia me dizer porque ele fala trégua dos cuidados meus.

Monica Batista disse...

Alguém pode me dizer porque ele fala trégua dos cuidados meus?

Monica Batista disse...

Alguém pode me dizer porque ele fala trégua dos cuidados meus?